artigo

ARTIGO: 10 MOTIVOS PARA ASSISTIR PANTERA NEGRA NOS CINEMAS!

Não está ansioso para a estreia do filme Pantera Negra ? Está ansioso e quer saber mais sobre o filme? Neste artigo  diremos porque esse filme promete e porque contar os dias para a sua estreia em 14 de fevereiro de 2018!

  • TRAILER

Pra começar até o momento já saíram 5 trailers do filme, e vamos destacar um aqui pra começo de conversa:

Gostou né?

  • 2. ELENCO

Um filme com Lupita Nyong, ganhadora do Oscar 2014 como melhor atriz coadjuvante em 12 Anos De Escravidão, Daniel Kaluuya, do filme indicado ao Oscar, Get Out, Angela Bassett, indicada ao Oscar pela biografia da Tina Turner em 1993, Forest Whitaker, ganhador do Oscar de melhor ator em 2006 pelo filme O Último Rei da Escócia, promete ser um filmaço.

  • A dupla Ryan Coogler e Rachel Morrison

Ryan Coogler é o diretor do filme Pantera Negra e Rachel Morrison a responsável pela fotografia do filme. Eles já trabalharam juntos anteriormente no tocante filme Fruitvale Station: A última parada e repetem a dupla no filme da Marvel.

Coogler falou sobre a oportunidade de dirigir o filme Pantera Negra:

“I’m excited. I grew very into pop culture, very into comic books, so it’s something that is just as personal to me as the last couple of films I was able to make”

Tradução livre: Estou animado. Eu cresci consumindo cultura pop, lendo histórias em quadrinhos, então é algo tão pessoal para mim quanto os outros ultimos dois filmes que eu fiz.”

Além disso, Rachel Morrison é também a primeira mulher a ser nomeada ao Oscar deste ano pelo seu trabalho na fotografia do filme Mudbound.

  • O HYPE

No começo de janeiro ocorreu nos EUA a venda de ingressos para a noite de pré-estreia e ela bateu recordes. A própria Lupita Nyong fez um vídeo falando que encontrou dificuldades para comprar ingresso e segundo notícias essa pré-estreia é o maior recorde de filmes de super-herói da história, ultrapassando o Batman Vs. Superman.

  • Primeiro super-herói negro da história

Pantera Negra foi o primeiro super-herói negro da história dos quadrinhos e abriu caminho para outros como Tempestade e Luke Cage. Ele foi lançado em 1966 (mesma época do Partido dos Panteras Negras, mas o super-herói e o partido além do nome não possuem nenhum outro laço) na HQ do Quarteto Fantástico.

  •  Trilha sonora de Kendrick Lamar

Para quem não conhece o Kendrick Lamar é um rapper dos EUA que já lançou 4 álbuns sendo que 3 destes foram indicados ao prêmio de melhor álbum do ano do Grammy. Ao todo na sua carreira ele recebeu 12 Grammys e mais de 80 prêmios. O seu último álbum chamado DAMN foi aclamado pela crítica especializada e gerou muita discussão por supostamente se tratar de um álbum 2 em 1.  Sinceramente, nem se for só pra ouvir a trilha sonora do filme vale a pena comprar o ingresso para o cinema, aliás o Kendrick soltou a capa do disco da trilha sonora e o soundtrack:

Resultado de imagem para kendrick lamar black panther

E já liberaram uma música do Lamar com a SZA desse álbum:

  • WAKANDA

Wakanda é um país africano e também é o mais avançado tecnologicamente do mundo. O nosso herói é rei desse país, vimos seu pai morrer no filme Capitão América: Guerra civil, e o seu protetor como Pantera Negra. Wakanda tem vastas reservas de Vibranium, metal com alto poder de absorção de energia, e por isso, é tão rica e desenvolvida. A sua tecnologia floresceu de forma independente do resto do mundo e, por isso, é desconhecida e superior ao encontrado no resto do mundo. Para protegê-la os seus habitante fingem para o mundo que o país é pobre e subdesenvolvido mas o filme Pantera Negra mostrará que a realidade é ao contrário. Será essa uma metáfora para o continente africano?

  • Diversidade nos cinemas

O filme mesmo antes de estrear já foi colocado como um manifesto pela diversidade no cinema. Além de toda a cultura negra apresentada tudo indica que as mulheres também possuem grande importância no filme. Além de contar com atrizes do garbo da Lupita, o rei de Wakanda, T’Challa o Pantera Negra, possui uma guarda de segurança exclusivamente feminina, ou seja, aqui as mulheres também lutam e não são salvas pelos mocinhos.

  • Críticas positivas ao filme

No último dia 29 ocorreu a pré-estreia do filme Pantera Negra nos EUA e as críticas foram muito positivas. Tre’vell Anderson, do Los Angeles Times, afirma:

“Black Panther is a love letter about blackness, to a world that often ghettoizes it without realizing that it is on black backs that this planet revolves. This world’s livelihood is in our blood. “

Tradução livre: “Pantera Negra é uma carta de amor sobre negritude, para um mundo que frequentemente a marginaliza sem perceber que é sobre as costas dos negros que este planeta gira. A sobrevivência desse mundo está no nosso sangue.”

Ou ainda Peter Sciretta, do SlashFilm, escreveu:

“Black Panther looks, feels and sounds unlike any Marvel film to date. A visual feast. Wakanda is amazingly realized, the antagonist actually has an arc with emotional motivations. Marvels most political movie. So good.”

Tradução livre: “Pantera Negra, é visualmente diferente de qualquer filme que Marvel produziu até hoje. Wakanda é maravilhosa, o antagonista de fato tem um arco com motivações emocionais. O filme mais político da Marvel. Muito bom.”

  • Referências

O filme Pantera Negra não é somente um filme que se passa em um país africano. A sua produção foi toda baseada na cultura africana. A simbologia, roupas, escrita, arquitetura e tantos outros elementos foram baseados na rica cultura do continente Africano. Tanto que o ator Chadwick Boseman, o Pantera Negra, optou por usar um sotaque africano no seu inglês:

“Colonialism in Africa would have it that, in order to be a ruler, his education comes from Europe. I wanted to be completely sure that we didn’t convey that idea because that would be counter to everything that Wakanda is about. It’s supposed to be the most technologically advanced nation on the planet. If it’s supposed to not have been conquered –which means that advancement has happened without colonialism tainting it, poisoning the well of it, without stopping it or disrupting it –then there’s no way he would speak with a European accent.”

Tradução livre:

O colonialismo na África obriga que, para ser um governante, sua educação venha da Europa. Eu queria estar completamente seguro de que não transmitimos essa idéia porque isso seria contrário a tudo o que Wakanda é sobre. É suposto ser a nação tecnologicamente mais avançada do planeta. Se é suposto não ter sido conquistado – o que significa que o avanço aconteceu sem o colonialismo, contaminando-o, envenenando o, sem interrompê-lo ou interrompendo-o – então não há como falar com um sotaque europeu.

E não é somente a cultura africana que o filme referencia e reverencia. Observemos que a imagem de T’Challa no trono lembra a foto abaixo de Huey Newton, fundador do movimento Black Panther.

Resultado de imagem para t'challa e huey newton

Agora é aguardar até 14 de fevereiro pra apreciar essa obra afrofuturista!!!

CRÍTICA DO NOSSO COLABORADOR: TATHIANE

Sobre o Autor

Dandara Aryadne
Pseudo escritora, artista plástica nas horas vagas. Criadora e colunista principal do site Cinema ATM.

Deixe seu comentário


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *