TERROR RAIZ – Teremos uma renovação?

A VOLTA DO TERROR RAIZ – O gênero de terror precisa de uma renovação?

Na essência do terror temos um sentimento que não apenas acompanha todos os seres vivos, mas também é um dos principais motivos que integra a evolução humana: o medo

O medo é o que fez o homem primitivo criar defesas contra animais, se unir para afastar a solidão e começar a plantar para não ficar sem alimento. É esse mesmo medo que, nos faz fechar os olhos quando algo vêm em nossa direção, fugir de um animal tão pequeno como uma barata ou tomar uma decisão ruim em um momento de desespero.

terror

Os clássicos do gênero terror sabiam como trazer esse sentimento à tona sem a necessidade de grandes efeitos especiais ou uma trama muito complexa, pois o medo é um sentimento que, mesmo afetando cada função do nosso corpo, é apenas um relance, um breve instante no qual deixamos de ser racionais e somos dominados por esse sentimento primitivo.

Freddy Krueger atacava em nossos sonhos, quando somos mais vulneráveis, Jason Voorhees ataca de surpresa jovens de férias e sem preparo, a Bolha Assassina é algo de outro planeta que não sabemos enfrentar, zumbis buscam cérebros sem parar, Kayako e Sadako(O Grito e O Chamado respectivamente) irão lhe encontrar, não importa para onde você vá e além desses, muitos outros trazem o medo para o nosso cérebro ao despertar a sensação de impotência e a surpresa dos personagens ao perceberem que aquilo que ouviram como lenda é real e os perseguem.

terror

O medo é uma coisa tão forte que nem precisamos de uma forma física ou um nome para temer. Os seres obscuros de H.P.Lovecraft não possuem nomes que possamos pronunciar e se víssemos suas formas ficaríamos insanos diante da possibilidade que existam, assim como fantasmas não precisam ser vistos, apenas seus efeitos no mundo dos vivos. 

Tudo isso foi o que deu a base aos melhores filmes de terror, onde tememos pelos personagens, esperávamos uma solução que, muitas vezes falhava, e víamos o mal ser impedido por um tempo, mas nunca realmente derrotado. Com a evolução tecnológica e pessoas que cresceram apreciando esse gênero tiveram nos games séries apresentadas como Resident Evil, Parasite Eve e Dead Space, que também traziam esses elementos e ainda colocava o expectador e jogador na posição do personagem, nos dando a chance de lutarmos por sobrevivência contra esse mal. 

terror

Isso era o terror, onde você era surpreendido por tramas simples, mas sem escapatória fácil. Infelizmente, como em quase todo tipo de arte, alguém percebeu que esse estilo fazia sucesso e que deveria haver um jeito de lucrar, mesmo sem boas idéias. Atualmente, os filmes ditos como terror abusam de “jump scare” (BOO!), silêncio quebrado por sons altos e muitos efeitos especiais que, apesar de caros, quase nunca causam o mesmo efeito de uma máscara de hóquei ou de Halloween. Essa dita “fórmula”, sustentou este mercado por um tempo, mas os fãs do gênero imploram por uma volta as origens.

terror

É por essa necessidade e por falta de idéias inovadoras que ano que vem será o ano dos reboots. Halloween, O Grito e até o jogo Resident Evil 2 terão novas versões  em 2019. Este pode ser o pontapé necessário para que as novas gerações possam viver seus próprios medos e assim criarem os novos horrores que irão nos assombrar à noite e nos causar arrepios.


Sobre o Autor

Equipe Nerdolooucos
Descrição do Nerdolooucos: casal nerd buscando trazer conteúdo de qualidade. Nerds e loucos todos nós temos um pouco !