ARTIGO: ESCOLHEMOS OS MELHORES FILMES DA PRIMEIRA METADE DE 2018!

O PRIMEIRO SEMESTRE DE 2018 NOS CINEMAS BRASILEIROS.

Sim, meus amigos. Você piscou os olhos e nós já estamos no meio do ano. Tivemos até agora um ano muito bom para o cinema com estreias de qualidade indiscutível. A equipe ATM entrou no jogo e elegeu os melhores do ano. Aqui vamos abordar os principais lançamentos de cada mês, quais foram os destaques, a bilheteria nacional de cada um e aquele filme que você deixou passar, mas que TEM que estar na sua listinha de filme a serem vistos. Atenção, os filmes abordados aqui são nas datas de estréia em circuito nacional. Sem mais, vamos ao que interessa!

A cara da Sony quando Jumanji estourou nas bilheterias.

JANEIRO

  • Tabela de estreias 

Jumanji: Bem Vindo à Selva – “…O filme foi nos conquistando aos poucos. Antes mesmo de ser lançado. Principalmente quando anunciaram o elenco, que por sinal, genial! Dwayne Johnson, Jack Black, Kevin Heart e Karen Gillan atuaram de forma maestral e conseguiram trazer a magia sentida no primeiro filme. A ideia de adaptar o jogo de tabuleiro, que eram os jogos das crianças dos anos 80, e transformar em um console de videogame foi uma ótima sacada! O filme é engraçado na medida certa e tem uma aventura digna dos filmes do The Rock. Acredito que o saudoso Robin Williams se sentiria orgulhoso.  (Equipe Nerdoloucos)

Viva: A Vida é uma Festa – “…Sou chorona em filmes de animação. Então já fui preparada com os lencinhos. O filme realmente tem uma virada de cair as lágrimas. E a música “Lembre de mim”, cantada pela a vovó Coco,então! Além de cores tão vivas e cenários inimagináveis, tem acima de tudo, um ritmo empolgante…” (Rosane Ribeiro)

O Destino de uma Nação – “… Adoro filmes sobre a Segunda Guerra, e aqui temos os bastidores políticos que, no fim das contas salvaram toda aquela rapaziada encurralada em Dunkirk. O filme tem um ritmo alucinante apesar de ser um drama e sem contar que eu ficava imaginando como devia ser emocionante para todos os que estavam presentes testemunharem a atuação de Gary Oldman como Winston Churchill. Brilhante!” (Gui Loureiro)

O trono da bilheteria de fevereiro é todo do Rei Pantera e da Marvel.

FEVEREIRO

  • Tabela de estreias 

Pantera Negra – “…O que mais gosto nesse filme é como a Marvel sai dos padrões de antes que estávamos acostumados. Herói, mocinha indefesa e vilão. Nesse filme, além da representatividade de um povo, temos mulheres fortes e guerreiras e um vilão que nos faz sentir conectados com a sua causa e sua dor…” (Equipe Nerdoloucos)

“…A descoberta de identidade e desigualdade racial de Coogler em Pantera Negra faz com que esse seja um dos melhores filmes da Marvel até hoje. É emocionante,complexo em todos os sentidos. Conta com um elenco poderoso, contém temas firmemente enraizados e um vilão cativante…” (Dandara Aryadne)

“…A Marvel acerta com a dosagem certa de humor, drama , política, crítica social e o melhor vilão a dar as caras no MCU. O filme tem uma forografia linda, história e roteiros envolventes, sem falar no elenco maravilhoso. Uma grande surpresa para mim nesse ano. Pantera veio para ficar…” (Rosane Ribeiro)

A Forma da ÁguaTive oportunidade de assistir ao filme quando ele foi o filme de abertura de festival de cinema do Rio, em 2017. Sou muito fã do Dell Toro e sabia que ele não me decepcionaria. O filme é sensível, tem atuações inesquecíveis e uma trilha sonora que até hoje, não parei de ouvir. (Gui Loureiro)

Gigante de Ferro e o mar de referências de Jogador Número 1.

MARÇO 

  • Tabela de estreias 

Jogador Nº1 – “… Apesar de não ser o melhor filme de Spielberg, ele trouxe a energia de filmes dos anos 80 e 90 que assistíamos na Sessão da Tarde. Aquela fantasia que poucos filmes atualmente tem trazido. Qualquer pessoa, seja aquela que gosta de cultura pop ou não, vai gostar do filme. Sua lógica, a incrível montagem, e vale também procurar pelas referências no filme. São muitas…” (Rosane Ribeiro)

“…Adorei as referências, os efeitos, a pegada leve e engraçada do filme. Me empolguei pelos personagens. Torcia muito para tudo dar certo para eles e comemorei bastante no final…” (Juliana Catalão)

A Marvel não precisou nem estalar os dedos para ter toda essa grana.

ABRIL

  • Tabela de estreias 

Vingadores: Guerra Infinita – “… A conclusão de uma trajetória de 10 anos. Não o fim, mas o primeiro capítulo após os dramas pessoais (muitos problemas paternais) , origem dos poderes e se firmarem como heróis, eles precisam aceitar que não serão capazes de conter a ameaça de Thanos se não se unirem para salvar o universo. (Equipe Nerdoloucos)

“…Um marco para o cinema. Ainda lembro do jovem Gui que foi ao cinema assistir o primeiro Homem de Ferro lá em 2008. Ele não fazia idéia do que aquilo viria a se tornar. A Marvel criou todo um novo jeito de fazer filmes. E se depender de mim, eu vou sempre estar lá para prestigiar…” (Gui Loureiro)

Lugar Silencioso – “…Não dava nada por esse filme. Achava que todos os elogios que ele vinha recebendo eram puro marketing. Não é. O filme mostra o quanto o silencio pode ser perturbador…” (Rosane Ribeiro)

“…Sou meio chato quando vou ao cinema. Gosto de silencio na sala. E geralmente em filmes de terror, é uma coisa difícil de ser conseguida. Mas neste aqui, as coisas foram diferentes. Aqui, as pessoas prendiam a respiração de nervoso. A tensão podia ser sentida. Cinemão de pura qualidade…” (Gui Loureiro)

Deadpool e sua mania de fazer a gente chorar de rir.

MAIO

  • Tabela de estreias 

Deadpool 2 – “…Era impossível para mim deixar as expectativas baixas para uma continuação tão promissora quando Deadpool 2. Mas analisando o produto final, fiquei ainda mais contente ao ver que a carga dramática estava amadurecida na mesma proporção que o humor e o hype presentes no filme. Fazendo dessa continuação uma miscelânea de conteúdo que foi muito bem-vinda…” ( Bruno Lucena

Tully – “…Um filme surpreendente demais! Charlize Theron mais uma vez conquistando meu coração. Dessa vez como uma mãe que tem que se desdobrar em mil pedaços para dar cuidar de sua família. Tully vai ficar marcado para mim…” (Gui Loureiro)

A família Pêra e os 14 anos mais bem preparados do cinema.

JUNHO – 

(ATENÇÃO! Devido a alguns filmes ainda estarem em cartaz, a bilheteria informada não é a total.) –

  • Tabela de estreias 

Os Incríveis 2 – “… Os Incríveis 2 marca toda a transformação que estamos passando com o gênero e com as relações dos estúdios para as grandes produções, mas diferente do que presenciamos com mudanças feitas para ganhar dinheiro e atenção do público. Um filme que fala por sí em apresentação, história e emoção. Somos conectados a estes personagens desde que nos entendemos por gente. E tê-los se apresentando, de forma mais madura, mas sem perder a mágica e confiança, É como voltar pra casa depois de uma longa viagem…” (Dandara Aryadne)

“..Foram 14 anos. Os Incríveis era o filme que você já imaginava que teria continuação pela forma que terminou. Mas Brad Bird não queria qualquer história. Ele queria que fosse contado do jeito certo. No tempo certo. E foi. Os Incríveis 2 faz juz ao nome Pixar…” (Gui Loureiro)

50 São os Novos 30 – “… Não é algo extremamente revolucionário, mas faz você se sentir bem consigo mesmo. Aos nossos vinte e poucos anos estamos entrando em crise por termos que sair da casa de nossos pais, procurar emprego, nos formar, casar, ter filhos, estabilidade financeira e emocional, o mundo não para de gritar e…NÃO! Siga seu próprio caminho. Não parece. Mas você tem tempo. Sempre teve. Seja com 30 anos ou com 50. Por mais que soe piegas, nunca é tarde para de autodescobrir na vida…” (Dandara Aryadne)

Dados de bilheteria: Adoro Cinema.


Sobre o Autor

Guilherme Loureiro
Apaixonado por filmes desde que se entende por gente, carioca, aventureiro por natureza, vai o máximo que consegue ao cinema mas não perde a chance de ficar em casa pra assistir aquele filminho. Projetista e Designer de Interiores nas horas vagas (...err).