BATMAN NINJA – ANIMAÇÃO CRÍTICA

Batman Ninja é um jeito divertido que a DC encontrou de juntar o Batman moderno e extremamente tecnológico, com várias histórias do Japão feudal. Em uma experiência do Gorila Grodd para voltar no tempo e transformar o Japão no país dos macacos, acabam indo junto 5 vilões, ou 6 com a mulher-gato, o Batman e sua trupe de Robins. O foco do confronto fica entre o Morcegão e o Coringa, que chegaram com uma diferença de 2 anos e deram ao palhaço, tempo para se preparar para as táticas modernas do herói. 

Batman Ninja netflix animação crítica

Enquanto Batman se desespera e se sente impotente, a lenda de um samurai morcego o ajuda a lembrar quem ele era antes disso tudo. A trama vai mostrando que, diferente do que muitos vilões pensam, o Batman deve ser temido mesmo sem seus brinquedos. Daí temos um excesso de informações e personagens para uma produção de 80 minutos que ainda precisa mostrar a cultura do Japão feudal, o que acaba dando uma impressão de informações jogadas no final da história.

Batman Ninja netflix animação crítica

A trama começa muito bem, mostrando como o Coringa conhece seu adversário e seu preparo para desarmá-lo, inclusive usando o senso de heroísmo do Morcegão para derrotá-lo. De repente, temos uma ponta sem sentido de um Bane que não dá pra saber se é do passado ou do futuro. Com o grupo de ninjas do morcego, Batman passa a ter um exército para confrontar o do Coringa e a presença dos 4 Robins têm seu sentido para serem interlocutores do Morcego entendendo onde está, seu preparo e para lidarem com os vilões menores enquanto ele foca no palhaço.

Batman Ninja netflix animação crítica

É visível a dificuldade de Batman em se desgrudar da tecnologia, chegando a usar sua máscara mesmo depois de quebrada. Enquanto o objetivo é voltar para o presente, vemos todo tipo de referência as tradições japonesas. Através de uma animação em pergaminho, vemos o preparo do Morcego, e as receitas de Alfred, enquanto a caçada do Capuz Vermelho pelo Coringa traz outra vertente mais simples da arte oriental. O ponto mais lindo da obra é a mescla entre a animação 3D e a coloração no estilo das antigas artes japonesas que fazem os momentos mais tranquilos parecerem verdadeiros quadros.

Batman Ninja netflix animação crítica

Após aceitar que têm que ser o tipo de herói que esse tempo precisa, Batman volta a ser uma ameaça para os vilões. A trama se desenvolve bem até o meio, mas aí vira uma correria para chegar no duelo final com o Coringa. O uso da armadura samurai, pipas como asa delta, e armas antigas no lugar das clássicas do morcego ainda aumenta o clima de imersão no passado. Além de mais alguns tipos de artes japonesas, sempre referenciando a lendas antigas, chegamos na luta de robôs gigantes e pra quem não conhece muito da cultura japonesa é meio louco ver os macaquinhos sendo importantes no meio da ação. Daí passa a ser uma sequência de arrepios para os fãs do Morcego, com o visual clássico do herói surgindo como o deus-morcego e o confronto final da trama.

Batman Ninja netflix animação crítica

Esta não é uma história clássica do herói, mas além de divertida, serve para mostrar que o Batman que conhecemos, cada vez mais tecnológico e estrategista, não deixou de ser um incrível combatente e que pode se adaptar a qualquer imprevisto, até mesmo indo parar no Japão feudal.


Sobre o Autor

Equipe Nerdolooucos
Descrição do Nerdolooucos: casal nerd buscando trazer conteúdo de qualidade. Nerds e loucos todos nós temos um pouco !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *