THE FEELS ( 2018 ) – CRÍTICA/DICA ATM

The Feels: UM RESPIRO ALIVIADO PARA A REPRESENTATIVIDADE LGBTQ+ NOS CINEMAS

Uma das coisas mais difíceis (ainda, infelizmente) na indústria audiovisual é uma representação realmente satisfatória da comunidade LGBTQ+ e eu continuo a minha busca incansável por materiais do tipo. Sendo assim, vocês podem imaginar o tamanho da minha surpresa e satisfação ao me deparar com The Feels. Comédia romântica da Netflix com direção de Jenee LaMarque que também assina o roteiro ao lado de Lauren Parks.

The Feels cinema lgbtq crítica netflix 2018

Acompanhamos a história do casal Andi (Constance Wu) e Lu (Angela Trimbur) que de casamento marcado partem para um final de semana em comemoração da despedida de solteira de ambas. Em meio a amigos, bebidas e conversas, uma delas revela nunca ter tido um orgasmo.

The Feels é um acerto em diversos pontos pois vai contra a maré de produções que continuam caindo nos mesmos erros ao representarem personagens lésbicas. Tanto no cinema quanto na tv. Aqui não teremos o corriqueiro problema com a sexualidade. Nenhuma das personagens tem dúvidas quanto a quem são ou a quem amam ou devem amar. A história também não roda em torno do fato de ambas serem mulheres lésbicas, essa não é a questão, então não temos todo o drama e sofrimento que eles insistem que a vida de pessoas LGBTQ+ se baseiam. E claro, aqui também não tem fetichização da mulher e também não existe a figura masculina como gerador de dúvidas na sexualidade de alguma das personagens.

The Feels cinema lgbtq crítica netflix 2018

A produção trata suas protagonistas sem estereótipos. São apenas um casal como qualquer outro (óbvio) que possuem problemas de casal como qualquer outro possuiria. Nisso caímos em outro acerto da produção: a questão do orgasmo feminino. O roteiro de The Feels lida com o tema sem colocá-lo em uma perspectiva heteronormativa. Em nenhum momento a falta de um homem permeia a discussão. Sabemos que o assunto ainda é tabu na sociedade. Seja a mulher hétero, lésbica ou bi e o filme consegue tratá-lo de forma coerente. Real e sensível.

The Feels cinema lgbtq crítica netflix 2018

Em The Feels vamos acompanhar uma jornada de autoconfiança, autoconhecimento e autoestima, contada de forma leve e engraçada. Você vai se identificar com as pessoas representadas ali, sejam as protagonistas ou os demais personagens. Todos ali possuem vivências, questionamentos e realidades distintas. E a produção usa o recurso do confessionário (os personagens vão falando suas experiências entre as cenas). Que nos possibilita conhecer mais de todos eles.

The Feels cinema lgbtq crítica netflix 2018

The Feels é, sem dúvidas, uma produção extremamente importante para a comunidade LGBTQ+ e já faz parte da minha caixinha de satisfações cinematográficas de 2018 junto com Desobediência (Disobedience) e O Mau Exemplo de Cameron Post (The Miseducation of Cameron Post), se você ainda não viu, corre que é sem risco de decepção. 

NOTA: 8