ANIMAIS FANTÁSTICOS OS CRIMES DE GRINDELWALD – CRÍTICA: Voltamos, com grandiosidade e gratidão a este universo!

Assumo em primeira mão que fiz questão de NÃO assistir a nenhum trailer, teaser, comercial ou sequer prestar atenção a nenhum easter egg em posters de Animais Fantásticos Os Crimes de Grindelwald. Eu não queria criar expectativas. E foi a melhor coisa que eu fiz! 
Animais Fantásticos Os Crimes de Grindelwald crítica harry potter 
Lá, de volta outra vez, o simbolo da Warner subindo na tela IMAx, te levando de volta há tempos sombrios de um universo tão familiar ao espectador, mas que ainda assim nos apresenta a novos eventos e novos tão queridos personagens. Em um tom sombrio, Grindelwald abre alas com uma excelente sequência de abertura, uma perseguição mágica que já te prepara para o frenesi de todo o filme. Animais Fantásticos Os Crimes de Gindelwald faz isso com você, te deixa na ponta da cadeira, todo instante! 
Animais Fantásticos Os Crimes de Grindelwald crítica harry potter 
Nos recordando em alto aos acontecimentos do filme anterior, Animais Fantásticos e Onde Habitam, em Animais Fantásticos Os Crimes de Grindelwald somos apresentados há uma sequência direta, passados apenas três meses desde os acontecimentos que nos apresentaram a história de Credence e sua busca por sua verdadeira identidade. Newt Scamander, interpretado por nosso querido Eddie Redmayne, mesmo ainda levando o tom suave do primeiro filme, se apresenta mais maduro, mais certo de sua missão pelo mundo. Foi refrescante poder perceber a mudanças suaves de seus trejeitos a sua personalidade única e ao talento de Eddie, que completa toda a visão dessa segunda parte. Fora que conhecemos agora Newt como um bruxo poderoso! 
Animais Fantásticos Os Crimes de Grindelwald crítica harry potter 
Com uma ambientação sombria a uma Nova York underground, uma Londres pesada e a uma Paris mágica e burlesque, Animais Fantásticos Os Crimes de Grindelwald lhe apresenta um novo conceito de magia e cores. Conhecemos novos feitiços, novas táticas – a forma como Newt rastreia os movimentos dos acontecimentos, em semelhança a sua prática com animais é de uma sutileza docemente maravilhosa -, NOVOS SEGREDOS e principalmente a uma nova e MARAVILHOSA história! 
Animais Fantásticos Os Crimes de Grindelwald crítica harry potter 
Em relação ao elenco, devo apontar ao elefante da sala, mas pagarei com a língua de forma orgulhosa ao afirmar que: quando mãe J.K falar, devemos abaixar a cabeça, pois Johnny Depp entregou um Grindelwald pra ninguém colocar defeito. Adeus a Jack Sparrow, adeus ao mundo de Tim Burton e finalmente somos apresentados ao inimigo mortal de Dumbledore de forma digna. Sua apresentação é muito bem trabalhada e nos mostra que Depp ainda tem algumas cartas na manga. 
Animais Fantásticos Os Crimes de Grindelwald crítica harry potter 
Falando em Dumbledore, Jude Law, eu lhe saúdo! Law nos dá o Dumbledore de Harris, o Dumbledore de Gambon e ainda assim, com aquela mesma sabedoria brincalhona, um Dumbledore próprio e personificado em sua apresentação clássica. Obrigada Warner e J.K por ter nos dado Dumbledore e Grindelwald, o coração dos fãs se aquece! – em mente que: Dumbledore está para Newt, assim como Lupin para Harry. 
Animais Fantásticos Os Crimes de Grindelwald crítica harry potter 
O restante do elenco coadjuvante completa todo o circulo de construção desta narrativa. Gostaria que Ezra tivesse tido um papel mais evidente, em relação ao seu segredo revelado, mas isso ficou apenas para o final, o que foi um ponto muito fraco e muito corrido para a narrativa. Palmas para Zoë Kravitz, sua construção sombria e emocional deu o tom certo para ligar toda a intenção a Credence – papel de Ezra -, que precisávamos. Peças soltas que se completam em pequenas minúcias das construções destes personagens, incluindo as irmãs Goldstein. Tina, que cresce como uma Auror corajosa e poderosa, mas doce e gentil ao seu relacionamento com Newt e Queenie – sua insegurança que move o fim desta história. 
Animais Fantásticos Os Crimes de Grindelwald crítica harry potter 
*adendo especial* – Somos apresentados a Nagini e sua “história”, estamos no aguardo para as próximas sequências, mas se acalmem porque por enquanto não é nada TÃO grande. 
A apresentação da direção de arte e a direção de fotografia não deixou faltar nada. Cada personagem com sua paleta correspondente, seguindo a assinatura da saga de HP. David Yates, já veterano em nos dar de mão beijada este universo, nos agracia com referência a Prisioneiro de Azkaban, Relíquias da Morte e até mesmo aos perfeitos Pedra Filosofal e Câmara Secreta
Animais Fantásticos Os Crimes de Grindelwald crítica harry potter 
Temos problemas? Sim. Alguns pertinentes? Sim. A correria final deixa MUITAS pontas ainda mais soltas do que do primeiro filme, somos levados de um lado para o outro, sem ponto de parada ou partida, uma hora não sei se estamos em Nova York, Paris ou Londres. O roteiro falha em apresentar dignamente certos personagens e fechar o ciclo de outros (parece um pouco erro de principiante da parte de J.K). Apesar de grandiosos, alguns efeitos especiais de continuidade deixaram a desejar e a intenção final ficou um pouco em aberto. Onde iremos parar para o próximo filme? Ninguém sabe. 
Animais Fantásticos Os Crimes de Grindelwald crítica harry potter 
Mas, esse problemas lhe impede de, com certeza, afirmar que Animais Fantásticos Os Crimes de Grindelwald, é, sem sombra de dúvidas, uma das melhores sequências desta franquia? Não. Porque senhoras e senhores, a sessão saiu batendo palmas para essa preciosidade do Universo de Harry Potter. Vale, definitivamente, cada centavo do ingresso!