MY STRANGE HERO – DORAMA ATM – CRÍTICA:

My Strange Hero: Foge do esperado e surpreende com história dramática

Em My strange Hero, Kang Bok Su (Yoo Seung Ho) como protagonista foge de todos os estereótipos esperados em dramas escolares. Ele é o personagem tipicamente justiceiro que odeia ver injustiças a sua volta. Quando estava no último ano do ensino médio, Bok Su foi expulso da escola onde estudava por um crime que não cometeu. Carregando esse estigma mesmo depois de nove anos, ele resolve voltar para a escola para vingar-se de todos. 

My Strange Hero dorama crítica

Son Soo Jeong (Jo Bo Ah) segue como a  protagonista. O motivo principal de muitos terem abandonado My Strange Hero foi a personagem Soo Jeong. Sendo que a protagonista é apontada como uma das culpadas do incidente que acontece no início do drama. Em nenhum momento ela deixa de ser apresentada como culpada e a própria personagem não nega o erro. O fato dela ter ajudado o antagonista da trama a prejudicar a vida do protagonista causou certo desconforto em alguns espectadores da trama.

Ela é uma protagonista que jamais se encaixaria no estereótipo de mocinha frágil e indefesa. Soo Jeong se mostrou uma ‘prota inteligente e que fala muito palavrão. Além de liderar o afronte. Já que estamos falando dos pseudos vilões, seguimos adiante com Oh Se Ho (Kwak Dong Yeon). O motivo pelo que uso o termo “pseudo” é, justamente, por este personagem não ser o verdadeiro vilão de My Strange Hero.

My Strange Hero dorama crítica

Apesar de ter ferrado com a vida do Bok Su, ele é digno de pena, acredito. O personagem é constantemente repreendido por sua mãe, que é a verdadeira vilã desse drama. Se Ho quando estava no colegial tornou-se amigo do Bok Su, mas por conta da sua inveja e dos desejos de sua mãe, acabou incriminando o protagonista por um crime que não lhe cabia. Agora adulto, Se Ho tenta conquistar o coração da então professora Soo Jeong. Ele faz de tudo para alcançar esse objetivo.

 

Im Se Kyung é a dona da escola onde a trama se passa. É uma mulher de índole duvidosa que é capaz de passar por cima do próprio filho para conseguir o que quer, nada de novo entre os vilões de dorama. Deixando a escola ser um lugar cheio de coisas erradas e mais podre que ela.

My Strange Hero dorama crítica

Inicialmente é mostrado o romance inocente típico de colegial entre Bok Su e a Soo Jeong. Lotados de clichês de dramas com romances adolescentes. Com a separação dos dois, o amor continua. Apesar de My Strange Hero ser um drama escolar, ao reencontrar-se os dois já são adultos e o romance toma outra forma digno de muito surto. Enquanto casal, Soo Jeong se mostra mais forte na relação, sempre tomando as rédeas, enquanto o Bok Su demonstra ser o lado sentimental.

My strange Hero não é o esperado de um dorama colegial. O enredo tem uma forma interessante de mostrar muito da realidade abusiva do dia a dia escolar na Coréia. E o impacto disso na vida de alunos e ex alunos. Ao mesmo tempo ele consegue nos envolver em um romance lindo, porém realista, mas o suficiente para encher o coração.