critica

Crítica: Até o Último Homem (Hacksaw Ridge) – (2017)

496aea_6974dfa781d140fda5ffd7a841411a91-mv2
Lançamento: Janeiro de 2017 
Direção: Mel Gibson 
Elenco: Andrew Garfield, Teresa Palmer, Vince Vaughn, Luke Bracey… 

Crítica:

Hacksaw Ridge pode ser o retrato mais realista da guerra já retratado no cinema.

Mel Gibson prova mais uma vez que ele é um diretor legítimo de alto nível. Este filme é incrivelmente bem feito. Cada aspecto deste filme é impressionante. As performances. A montagem de cena. As cenas de batalha. A história. Os personagens. Este filme consegue se construir aos poucos carregando excelência em todos os elementos. Mel Gibson merece o título de Melhor Diretor! 

hacksaw3

Este é o filme de Andrew Garfield, mas, além dele, fiquei muito impressionado com Vince Vaughn. Eu nunca vi ele assumir um papel como este e eu acho que ele se deu muito bem, uma escolha arriscada que foi transformada na melhor ideia! Sua parte no roteiro foi impecável, enquanto seu personagem neste filme tem alguns aspectos de comédia para ele, não é o típico papel Vince Vaughn que estamos todos cansados de ver. Assim como Teresa Palmer, que apesar de sua personagem aparecer em poucas cenas, é impressionante como ela consegue dominar o ambiente com seu talento e desempenho, desde Lights Out, eu avisei que ela iria crescer! 

hacksaw1

Preciso discutir as sequências de batalha … Impressionantes! As sequências de batalha são absolutamente magistrais. Depois de já ter assistido inúmeros filmes de/sobre guerra, devo dizer que, na minha opinião este é o retrato mais realista da guerra que eu vi em um filme. É brutal e realista. Eu não conseguia descansar dentro da totalidade das batalhas, Mel Gibson é conhecido pela sua ousadia em retratar histórias com um teor realista, mas aqui, ele foi além. Hacksaw Ridge é um dos, se não o filme mais assustador que eu vi de 2016. Ele faz um excelente trabalho ao mostrar o puro terror e horror do que vem com a guerra. 

 

Sobre o Autor

Dandara Aryadne
Pseudo escritora, artista plástica nas horas vagas. Criadora e colunista principal do site Cinema ATM.

Deixe seu comentário


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *