cinema brasileiro

Crítica: O Roubo da Taça (2016)

jUTDc1y
Lançamento: Setembro de 2016 
Fotografia: Ralph Strelow
Roteiro: Caíto Ortiz, Lusa Silvestre
Elenco: Taís Araújo, Paulo Tiefenthaler, Milhem Cortaz…

Crítico: 

Em 1983, o Troféu Jules Rimet – atribuído ao vencedor da Copa do Mundo da FIFA – foi roubado de sua vitrine na sede da Confederação Brasileira de Futebol, no Rio de Janeiro. Em O Roubo da Taça, o diretor Caito Ortiz procura relatar as circunstâncias que levaram ao roubo e suas conseqüências, de forma altamente cômica.

Graças a uma dependência em jogos de azar, Peralta (Paulo Tiefenthaler) está até os cabelos coberto em dívidas, um fato que ele tenta esconder de sua namorada, Dolores (Taís Araújo). Peralta e seu amigo Borracha (Danilo Grangheia) abrem um plano para roubar a réplica dourada do Jules Rimet do escritório onde Peralta trabalha. 

Taça

Contra todas as probabilidades, o assalto é bem sucedido, mas quando os dois ladrões conseguem levar o troféu para casa, eles ficam surpresos ao descobrir que não é uma réplica – é o verdadeiro troféu. Com todo o país buscando o Jules Rimet e um investigador determinado (Milhem Cortaz) em sua trilha, Peralta deve encontrar um comprador para que ele possa finalmente dar a Dolores a vida que ela sempre quis.

366617

O Roubo da Taça pretende contar a “verdadeira história absurda e incomum” do roubo de Jules Rimet, mas temos de imaginar que os verdadeiros acontecimentos não foram tão divertidos. Ortiz tem imbuído seu filme com muitos risos, e cada um de seus personagens são envolventes e simpático. Há alguns problemas de ritmo e estruturais e o destino ficcionalizado do troféu é um pouco exagerado, mas em geral é divertido ao falar sobre um evento marcantes que poucas pessoas conhecem. Uma excelência da comédia brasileira. 

Sobre o Autor

Dandara Aryadne
Pseudo escritora, artista plástica nas horas vagas. Criadora e colunista principal do site Cinema ATM.

Deixe seu comentário


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *