Dorama

Crítica: Pessoa Atualizada ( 後菜鳥的燦爛時代 – Refresh Man)

hj2

Título original: 後菜鳥的燦爛時代

Rede de transmissão: SET TV

Período de transmissão: 2016-03-06 / 2016-06-26 – 17 episódios 

Sinopse: 

Ji Wen Kai (Aaron Yan) e Zhong Yu Tang (Joanne Tseng) se conhecem desde a infância e sempre competiram entre si. Mas não havia dúvidas de que Yu Tang sempre era a melhor da sua turma. Após a formatura, Yu Tang consegue um emprego cobiçado na Cosméticos MUSE e faz sua carreira até chegar ao grupo de secretariado. Ela está pronta para assumir o cargo de secretária-geral do novo presidente que está chegando na empresa. E por conta de uma crise a empresa traz Wen Kai como o novo presidente para ajudar em uma reviravolta da empresa. Imagine a surpresa quando Wen Kai percebe que sua nova secretária é nada mais nada menos que Yu Tang, sua amiga de infância! Com os papéis trocados, existe algo que Yu Tang poderá fazer ou dizer que seja bom o suficiente para Wen Kai?

Crítica: 

E eu pensei que iria me decepcionar com esse aqui. Para falar a verdade, eu comecei a assistir esse dorama por conta da Joanne Tseng – por causa do seu trabalho em Marry me, or Not – e também JR Chien – um dos poucos elementos que fez com que Murphy’s Law Of Love fosse suportável até o final. Eu nunca tinha ouvido falar do trabalho de Aaron Yan e entrei na onda de T-drama bem recentemente (sigla para dorama taiwanês). Então, me acostumar com o dioma foi um pouco difícil no começo – mas ao passo de Pessoa Atualizada eu já estava me arriscando a soltar até algumas expressões. 

3

Bom, vamos para as minha considerações em relação a esse dorama que me viciou completamente em sua OST – Eu acreditei que seria mais um daqueles onde o mocinho é o salvador de tudo, rico e blá, blá. Mas não! Joanne toma partido como uma protagonista muito certa de si mesma – mesmo que ela possa estar em dúvida por conta sua troca de posição na empresa, ela está determinada em provar para Ji Wan Kai que não é certo subestima-la e Zhong Yu Tang é uma verdadeira líder, pronta para se colocar na frente por outros e fazer o seu trabalho sem reclamar. – Bom, também precisamos considerar o seguinte, os doramas taiwaneses tem uma liberdade feminina muito grande e isso é um dos elementos que me fez correr para esse lado dos dramas por aqui – 

Yu Tang é uma personagem que de longe pode parecer como uma mocinha qualquer – claro que temos uma confusãozinha ali e aqui – mas ela nunca abaixou a cabeça ou se contentou com pouco, nem no final quando pensamos que ela realmente iria deixar Ji Wan Kai para ele poder vencer na empresa. Ela perseverou ao seu lado e também não exigiu por menos: “Eu estou do seu lado, mas também quero você do meu.” E seguimos esse ritmo o dorama inteiro. Uma das minhas personagens femininas favoritas dessa leva de 2016. 

images

Como dito lá em cima, eu não estou muito familiarizada com o trabalho de Aaron, mas segurem a respiração – por que olha, o que houve suspiros meus durante esses 17 episódios, tá de perder a conta! – Excelente ator, sabe o timing perfeito para sua comédia, seus momentos de tensão e a química dele com Joanne é impecável – shippa no dorama, shippa na vida real… – 

Ji Wan Kai é um personagem que mereceu meus aplausos ao final do dorama. Um mocinho que não só quebrou o tabu do “rico, arrogante, mas amoroso” de todos os doramas que já assisti até agora, com essa temática, mas também não caiu em momento algum pelo o que ele sentia pela Yu Tang. Ao contrário. Ele foi o que já começou gostando e conquistando ela aos poucos com seu caráter e sem truques sujos – tá, o quebra cabeça e trocar ela de posição foi um truque, mas tudo pelo bem da empresa, então a gente deixa passar essa – 

Wan Kai e Yu Tang, foram personagens, que, através de seus flahsbacks demonstrando sua amizade nos tempos de escola, amadureceram muito em relação as suas inseguranças e também sonhos. Sem falar que sua relação levou seu devido tempo até Yu Tang estar realmente segura sobre o que ela sentia sobre Wan Kai – a quantidade de skinship dentro desse dorama é de tirar o folêgo – não rola nenhuma cena assim tão quente, mas é tudo daquele jeito que nós gostamos. 

jOoUL4k

A Equipe de Vendas Três conquistou um espaço no meu coração, no lugar reservado para o time coadjuvante – Todos com suas peculiaridades e conforme, ao invés de querer transforma-los. Wan Kai incrementa coragem e determinação em suas habilidades particulares e no final, é ele que recebe o incentivo dessa equipe maravilhosa. Ao longo dos 17 episódios tivemos cenas de chorar, de gargalhar, de passar vergonha  ao ponto de fechar os olhos e de triunfo, sem mencionar o orgulho do dorama em mostrar que uma mulher poder ser mãe e ser uma excelente profissional e que o pai deve ajudar dentro de casa tanto quanto!- Afinal, o Mei Mei é como se fosse um produto nosso. 

32

Aqui não teve trama ou subtrama, as duas partes da história estavam andando lado a lado. Tanto a conspiração da empresa, quanto o romance de Ji Wan Kai e Zhong Yu Tang – só acho que a trama empresarial com seus conflitos e conspirações ficou um pouco fraca no caminho, só pegando ritmo mesmo já nos últimos episódios quando temos uma surpresa por parte de Ai Sha ( Lene Lai) – que para nossa surpresa, não foi a “vilã” que tentava roubar o amor de Yu Tang, ao contrário. 

aisha

Fiquei realmente muito impressionada com a maturidade apresentada aqui das personagens femininas. Mesmo Yu Tang e Ai Sha conhecendo os sentimentos uma da outra, elas foram maduras o suficientes para se permitirem abrir espaço para racionalizarem isso. Em momento algum, mesmo de coração partido, Ai Sha tentou sabotar o relacionamento de Yu Tang – ela assumiu seu amor, levou um fora e foi madura – Lene Lai mereceu a atenção! 

Jack Li é um excelente ator! Até o momento final nunca imaginaria que ele seria o verdadeiro vilão da história com seus Wang Zi Yu – mas, pela parte empresarial falhar um pouco na elaboração da trama, então a participação dele também ficou um pouco quanto clichê em determinadas partes – mas foi bem interessante assistir a disputa dele com J Wan Kai pela MUSE – e por isso, outro lado do dorama que me surpreendeu – O interesse de Zi Yu em Yu Tang era apenas um adicional e não a motivação principal e no final ele admite sua derrota e homens maduros saem da sala com seus negócios resolvidos.

Afinal, a lições aprendidas aqui são: Confie em si mesmo, seja paciente e sempre esteja pronto para enfrentar os problemas com o seu melhor. Com uma dose de amor, é claro.

56

Uma trama divertida, com um certo suspense, muito amor entre personagens muito bem construídos, umas boas gargalhadas e tudo isso seguido de um final feliz e bem resolvido. Esse drama, com certeza entrou para a lista dos meus favoritos. 

Confira a playlist da OST no Spotfy – AQUI 

dandara-colunista-atm

 

 

 

Sobre o Autor

Dandara Aryadne
Pseudo escritora, artista plástica nas horas vagas. Criadora e colunista principal do site Cinema ATM.

Deixe seu comentário


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *