RASTROS DE UM SEQUESTRO – CRÍTICA:

RASTROS DE UM SEQUESTRO: Um suspense surpreendente

O cinema coreano já é responsável por vários clássicos.  de alguns anos pra cá Hollywood tem prestado bastante atenção nos filmes orientais, por serem filmes de dramas, ação, terror e suspense de boa qualidade, e a Netflix que não é nada boba traz para o publico um filme que vai surpreender qualquer um. No meio de tudo isso não podemos deixar de falar de uns dos temas mais abordados no cinema coreando, incluindo em Rastros De Um Sequestro: VINGANÇA.  

Rastros De Um Sequestro

Eles sabem muito bem como criar uma história repleta de reviravoltas, e é sobre isso que o filme Rastros De Um Sequestro fala.  O filme conta a historia de Jin-Seok (Kang Ha-Neul), seu irmão mais velho Yoo-Seok (Kim Moo-Yul) é sequestrado e retorna totalmente diferente sem se lembrar dos últimos 19 dias, o jovem Jin-Seok embarca em uma perigosa jornada em busca da verdade.

O titulo em português não deixa o público curioso, pode até parecer qualquer outro filme sobre sequestro, talvez isso faça o público pensar ser um filme de ação e perseguição. O titulo em inglês, Forgotten,  traz a ideia do “esquecer” e é por ai que entendemos a primeira pista do filme. Rastros De Um Sequestro é daqueles filmes que não se pode contar mais do que a sinopse, se não é capaz de eu estragar a trama do filme que se apresenta de forma lenta, sem ser cansativa e com bastante reviravoltas. 

Rastros De Um Sequestro

Quando você pensa que é uma coisa vem um plot twist para acabar com sua ideia, é para você ficar com a cabeça explodindo de teorias para tentar desvendar o final. Confesso que quando vejo um filme coreando sempre me cria a expectativa de um filme na base da trilogia Vingança (2002-2005), para quem conhece bem esses filmes sabe que todos eles são recheados de mistérios e com finais surpreendentes ou um final chocante.

Com boas atuações e uma direção impecável, Rastros de Um Sequestro” tem atuações muito boas partindo da dupla principal dos atores. Kang Ha- Neul, que faz o irmão mais novo, ainda não fez grandes coisas no cinema, e é mais conhecido pelos doramas de comédia, mas seu desempenho neste drama é ótimo. 

Rastros De Um Sequestro

Kim Moo-Yul, que interpreta o irmão mais velho é um pouco mais experiente no cinema, com diversos filmes conhecidos e premiados, incluindo A Guerra Das Flechas (2011). A direção de Jang Hang-Jun consegue extrair muito bem a capacidade do elenco nas cenas dramáticas, mas ainda para quem não tem o costume de assistir o material coreano vai ainda achar estranho que o filme tenha um ritmo lento, que mais uma vez eu repito, acompanha a narrativa e não estraga o filme.

A fotografia é bem enquadrada, apresentando cenas claras e ousando em tons escuros nos momentos de tensão e a câmera mantem o foco no rosto dos atores para captar bem a expressão dos atores, com cortes sutis. Pode até parecer um terror sobrenatural talvez, mas é um suspense bem ritmado.

Rastros De Um Sequestro

Do primeiro ao segundo ato, você ficara em dúvida sobre várias questões, mas não irei estragar sua experiência de desvendar essa trama. Pois é isso que o diretor quer que você faça; e na maioria das vezes nem tudo é o que parece. Passando pelo terror, suspense psicológico e um ótimo drama, vale a pena você ser surpreendido por Rastros De Um Sequestro


Sobre o Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *