Animação

DICA DE FILME: A LENDA DO REI MACACO: A VOLTA DO HERÓI (2015)

Lendas chinesas são conhecidas por sua complexidade em contar histórias e desvendar personagens. O Rei Macaco é uma das principais lendas que podemos encontrar em diversas formas de adaptação, desde filmes, livros, peças de teatro ou animações. Uma dessas animações estreou em 2015, com uma visão infantil da lenda desse demônio travesso que quer mais do que tudo, subir aos céus. 
A lenda chinesa é muito complexa e ficaria muito difícil para explicar nesta crítica – é bem possível que eu faça um artigo sobre a lenda e suas representações no cinema -, mas é importante saber que o Rei Macaco, auto intitulado “O Grande Sábio”, conquistou seus poderes com trabalho duro e dedicação. Mas sua arrogância sempre o atrapalhou a alcançar seu objetivo maior, estar aos céus como um verdadeiro deus. Sendo assim, ele desafiou o Imperador de Jade que lutou com todo o seu exercito contra o Sun Wukong (verdadeiro nome do Rei Macaco – o prenome Sūn refere-se a macaco, que também são chamados de -sūn (猢猻), e pode significar macaquices. O segundo nome sūn (孫) refere-se a animal. O nome Wùkōng significa alertado para o nada.) mas perdeu. Até Buda intervir, prendendo O Grande Sábio da Montanha dos Cinco Elementos. Ele ficou preso por 500 anos até que por uma coincidência, ele foi libertado por um menino chamado Liuer, que fugia de monstros. 
Apesar de estar livre, o elo que Buda colocou em seu pulso, é uma espécie de coleira para controlar as atitudes travessas de Sun Wukong e o prendia a terra, impossibilitando que os poderes do Rei Macaco despertassem. Então, ele acaba ajudando Liuer a ir para casa, enfrentando uma jornada que exige coragem, muita paciência e inocência. 
Essa animação é uma das mais fiéis a lenda do Rei Macaco, a história não é muito complexa na verdade. Um vilão com um objetivo simples de conquistar a imortalidade ao roubar a alma de 100 crianças ataca a vila em que Liuer está, que foge com uma das crianças e acaba encontrando Sun Wukong, eles então são perseguidos pelo vilão, existe uma pequena reviravolta para que Sun Wukong recupere seus poderes e então derrotar o vilão. Nada muito complicado. O filme demora uma hora no seu máximo. Mas o encanto dessa animação está no desenrolar desses personagens e no seu processo de animação. 
Liuer é travesso, mas apesar disso tem um coração bom e sua ingenuidade está preservada. Muito até parecido com o próprio Rei Macaco, que apesar de tentar fugir de Liuer no começo, acaba reconhecendo a pureza da criança. Ele é um reflexo de Sun Wukong. Corajoso, terrivelmente sincero, até mesmo as vezes arrogante, mas ingênuo e verdadeiramente bom. Mesmo Sun Wukong sendo para todos os efeitos, um demônio. Ele quer ser corajoso para poder provar ser capaz de tudo para proteger o mundo em que vive. Ao ponto de Liuer representar a essencia de Sun Wukong. 
Ainda que tenha uma pegada bem infantil, com o exagero de pontos de comédia, boba, em outras palavras, a história é recheada de sutilezas sobre a lenda desse Grande Sábio. Trabalha com o publico infantil, mas também apresenta essa lenda adulta de uma forma bem profunda, o que se faz uma animação boa para ambos os públicos. Para quem não conhece a história original, a curiosidade aumenta e para quem está familiarizado, aquece o coração ao relembrar esses personagens.  O trabalho de animação é incrível. Apesar de ser levemente primitivo ao que estamos acostumados, ainda assim é muito bem trabalhada em aspecto de cor, separação de frame, line work e planos sequências. Coisas que a Pixar – nome de referencia em animação digital, por exemplo- muitas vezes falha e não consegue atingir o resultado desejado. O nível do trabalho de computação gráfica está excelente! 
Eu fiquei realmente maravilhada com essa animação, que conta uma história simples, mas emocionante e muito bem apresentada. E mais importante, toda a animação em seu final nos deixa com um sorriso no rosto, cheios de coragem para enfrentar os males a nossa frente! De preferência assistam no idioma original, mandarim. A interpretação dos atores envolve o expectador ainda mais na história! Uma excelente dica para quem estiver procurando o que assistir na Netflix

Sobre o Autor

Dandara Aryadne
Pseudo escritora, artista plástica nas horas vagas. Criadora e colunista principal do site Cinema ATM.

Deixe seu comentário


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.