THE END OF EVANGELION (1997) – ANIME ATM

THE END OF EVANGELION: O GUIA DEFINITIVO PARA O FIM DO MUNDO

Da inquieta mente de Hideaki Anno e da visionária criatividade dos estúdios GAINAX, em 1995 nascia Neon Genesis Evangelion. A série animada de 26 episódios teve seu encerramento estendido em “Neon Genesis Evangelion: The End of Evangelion”, filme que detalhava os acontecimentos conclusivos da animação, complementando a possível insuficiente finalização dos vigésimo quinto e sexto episódios. Em 1997, The End of Evangelion levava às audiências o desfecho de uma narrativa imaginativa, épica e de significados múltiplos. A propósito, significados esses que aqui necessitarão de médios spoilers para análise, portanto, prossiga consciente.

The End of Evangelion anime Evangelion netflix

Ao longo da animação acompanhamos Shinji Ikari, adolescente tímido e quieto, habitante de uma Terra pós-apocalíptico onde metade da população humana foi dizimada num evento cataclísmico conhecido como “Segundo Impacto”, e onde criaturas conhecidas como “anjos” assolam o mundo com ataques constantes. O que Shinji ainda não sabe é que seu pai, com quem retoma o contato após anos de distância, deseja que o filho trabalhe como piloto de seu projeto Eva, responsável pela proteção da Terra contra os anjos pela força de robôs gigantes. O que Shinji também virá a descobrir, é que os planos de seu pai – cuja relação com o filho não é saudável – pode desencadear um “Terceiro Impacto”, finalizando permanentemente a existência terrestre.

Em The End of Evangelion vemos Shinji durante o derradeiro embate entre existência e extermínio, e o apocalipse da animação não se parece com a previsão bíblica encrustada em nosso imaginário desde… bom, desde sempre, para o mundo moderno. Com uma arte desorientadora, o filme encontra na Cabala (Kabbalah) uma possibilidade apocalíptica inusitada e original, referenciando o misticismo judaico presente na filosofia religiosa em questão, e tornando-a parte integrante da mitologia da animação. Não estamos acostumados a fins do mundo onde ondas gigantes não inundem metrópoles, e onde Deus não retorne ao som de trombetas. Aqui, o homem cria e destrói por si só.

The End of Evangelion anime Evangelion netflix

Em Evangelion, o indivíduo é solitário e sofre, e disso se motivam as arquitetações antagônicas. Vivendo absorto em dores, traumas e infelicidades, o ser humano se distancia do seu propósito, bloqueia seu potencial, e a intenção das forças opositivas na animação é libertar o ser do seu estado de dor. Para isso, é necessário que todos os seres humanos – a totalidade da população mundial – seja retornada a seu estado inicial enquanto um único ser, um estado no qual não existe sofrimento, pois todos são um e se compreendem. É aqui onde a Cabala se torna enredo.

The End of Evangelion anime Evangelion netflix

A “Árvore da Vida”, ou “Árvore de Sephiroth”, representa, para a prática cabalística, a estrutura universal. O homem, hoje dividido em diversos estados após fragmentar-se de seu estado de unidade (uma espécie de Big Bang místico), vem representado na árvore como um conjunto de vícios e virtudes que, opostos entre si, são complementares, e juntos dispõe o processo evolutivo necessário para que o indivíduo atinja o ápice de seu propósito. Aqui, em Evangelion, a Cabala é literal: o ápice do homem é o fim do mesmo como o conhecemos, num armagedom inusitado de luzes, música e cores. O anime também retoma em sua conclusão cinematográfica o mesmo traço questionador e introspectivo presente em sua duração televisiva.

Através de Shinji e dos demais personagens, acompanhamos constantes jornadas pessoais, encontrando no elenco sensações e dilemas comuns ao ser humano que o assiste: trauma, perda, luto, dúvida, expressão emocional e descoberta sexual – o apocalipse de cada um tece a trama desde seu capítulo inicial. Tal individualidade, entretanto, se perde caso a intenção antagônica encontre sucesso. Cada catarse pessoal, cada sonho e cada libertação, cada processo único de melhora e descoberta, tudo que nos torna nós, é reduzido. The End of Evangelion, e a série como um todo, posiciona tal questionamento na linha de frente: o que é a Vida, se não as nossas próprias? O que existe, se não há nada?

The End of Evangelion anime Evangelion netflix

Semelhante a obras de teor abstrato como a série policial de David Lynch“Twin Peaks” (1990), cuja conclusão também ocorreu cinematograficamente através do filme “Fire Walk With Me” (1993), The End of Evangelion testa limites e propõe novos, extrapolando os mesmos, provando que sua falta desvenda um horizonte amplo de erráticas e convidativas possibilidades. Hideaki Anno, que abertamente já comentou sobre sua relação com depressão, cria empaticamente o universo que desmantela, reconhecendo o valor do outro, mas também a dor que acompanha cada um – ele incluso. Evangelion é um fruto pessoal tanto quanto um produto artístico e midiático.

A franquia recebeu traços remasterizados e uma narrativa alternativa inédita nos recentes filmes Evangelion 1.0: You Are (Not) Alone, Evangelion 2.0: You Can (Not) Advance, Evangelion 3.0: You Can (Not) Redo e também no futuro Evangelion 3.0+1.0, previsto para 2020. Além disso, os 26 episódios da série animada, assim como The End of Evangelion, estarão disponíveis para streaming pela primeira vez através da Netflix, no primeiro semestre de 2019