SÉRIE ATM: TOP5 – MELHORES CONSTRUÇÕES LGBTQ:

SÉRIE ATM: MELHORES CONSTRUÇÕES DE PERSONAGENS PARA TV.

Quando batemos incansavelmente na tecla de que, representatividade importa é que, de fato importa. Entretanto, a forma como é apresentada importa ainda mais. Não é somente jogar personagens LGBTQ nas produções afim de buscar a audiência dessa parcela da população. Isso não cola mais (SEM TEMPO PARA ISSO, IRMÃO). Ainda bem em série para tv. 

série atm lgbtq top5

Quando falamos de representatividade queremos uma de qualidade. Feita com respeito e que de fato represente as pessoas do outro lado da tela que esperam por isso. Sabemos bem que isso pode ser difícil de encontrar e por isso o ATM fez um Top5 LGBTQ de personagens bem construídos para séries de tv. Para você que procura uma representação digna e bem construída.

1 – ELENA ALVARES (ONE DAY AT A TIME – NETFLIX)

série atm lgbtq top5

One Day at a Time é uma daquelas produções que aquecem o coração. A sitcom tem todos os elementos de um bom show e isso inclui, é claro, seu arco de personagens principais.

O que nos leva a Elena Maria Alvarez Riera Calderón Leyte-Vidal Inclán. Uma das personagens mais carismáticas da produção.

Elena é decidida, corajosa e orgulhosa de quem é. Defensora ferrenha dos direitos das minorias e sempre pronta para lutar a favor do que acredita. Acompanhamos seu passo a passo, a descoberta da sexualidade, a saída do armário, o primeiro amor, a primeira vez.

série atm lgbtq top5

É tão incrível acompanhar a construção da personagem interpretada por Isabella Gomez. Que é difícil acreditar que não veremos mais dela daqui para frente, já que a série foi cancelada em sua 3ª temporada.

2 – ALEX DANVERS (SUPERGIRL – CW)

série atm lgbtq top5Quem assiste Supergirl, uma das séries que formam o Arrowverse da CW, sabe que desde seu comecinho, quando ainda era da CBS, a série tem seu foco no protagonismo feminino. A produção sempre deposita suas fixas nas mulheres.

Não somente na sua protagonista como também nas demais personagens. O exemplo disso é a construção da personagem Alex Danvers (Chyler Leigh).

A irmã da heroína tem uma das melhores construções dentro do arco narrativo da série. O roteiro trabalha a descoberta da sexualidade de Alex na fase adulta da sua vida e não peca em nenhum momento quando resolve tratar o assunto, o fazendo com delicadeza e muita verdade.

série atm lgbtq top5

Se não fosse o cuidado dos roteiristas facilmente poderíamos dizer que o rumo que a personagem tomou era somente uma maneira de fisgar essa parcela da audiência. Porém não é o que acontece aqui (ta bem, pode até ser que foi, mas pelo menos fizeram direitinho). Supergirl está em exibição na sua 4ª temporada, vale muito a conferida.

3 – ERIC EFFIONG (SEX EDUCATION – NETFLIX)

série atm lgbtq top5Vamos falar agora de uma das melhores produções originais da Netfix? Pois bem, Sex Education merece parágrafos e parágrafos de elogios aqui. Porém vou me ater ao que poderia ser chamado de cereja do bolo dessa série.

Eric Effiong (Ncuti Gatwa), o melhor amigo do nosso protagonista. Sex Education tem um leque incrível de personagens, e Eric é um dos mais amados pelo público. Não somente pelo seu carisma, mas pelo peso que o personagem tem. Eric é resistência, é forte, dá a cara a tapa para ser quem ele é e pelo seu lugar no mundo.

série atm lgbtq top5

A trajetória do personagem é emocionante, impossível assistir e não se apaixonar por ele. Se você anda descrente das produções da Netflix de uma chance, não vai se arrepender.

4 – KURT HUMMEL/ SANTANA LOPEZ  (GLEE – FOX)

série atm lgbtq top5

Glee é uma daquelas produções que marcam gerações. Mesmo que você nunca tenha parado para assistir, com toda certeza ao menos conhece algum cover feito pela série.

E mesmo que a música tenha sido a grande protagonista de Glee durante seus seis anos de exibição, Ryan Murphy também nos presenteou com personagens que levamos até hoje no coração.

Mesmo com seu terrível problema de continuação com os arcos narrativos, temos boas construções se olharmos o conjunto todo. Kurt (Chris Colfer) e Santana (Naya Rivera) são bons exemplos disso.

série atm lgbtq top5

Os dois tiveram seus próprios conflitos e caminhos dentro da série e trilharam uma trajetória bonita de se acompanhar. Kurt, o garoto gay da escola que sofria bullying dos meninos do futebol e Santana que fazia de tudo para esconder quem era e usava sempre a autodefesa para construir os muros necessários.

série atm lgbtq top5

Podemos acompanhar o crescimento de cada um em suas trajetórias até a fase adulta. De adolescentes inseguros até adultos confiantes e seguros de quem são. Uma pena que Ryan Murphy não tenha tido o mesmo cuidado com todos os personagens.

5 – KATE MESSNER (EVERYTHING SUCKS – NETFLIX)

Eis aqui uma das coisas que jamais perdoarei a Netflix e não importa quantas séries boas ela me traga. Everything Sucks era a nossa Stranger Things dos anos 90 só que sem monstros (aqui é o momento de você chorar a perda, eu entendo). A série infelizmente foi cancelada na sua primeira temporada e vou revelar o motivo da minha chateação: Kate Messner (Peyton Kennedy).

Kate é a típica adolescente de filme norte americano. Deslocada na escola e com poucos amigos, temos aqui um clichê que seria muito maior se a nossa protagonista não estivesse apaixonada pela garota popular da escola, ao invés do boy popular quarterback que vive de jaqueta pelos corredores.

Kate está no auge das suas descobertas. Cheia de dúvidas e sentimentos que não entende. A série trabalha todos esses conflitos com sutileza e muita delicadeza. Não tem como não se apaixonar pela trajetória da personagem e é por isso que o cancelamento é doído. Queríamos ver muito mais da Kate e dos desdobramentos que suas descobertas trariam para ela. A maior mancada Netflix. Porém a 1ª temporada vai estar sempre disponível e vale muito a pena.

– BÔNUS

NIA NAL/ SONHADORA (SUPERGIRL – CW)

Eu já rasguei elogios para Supergirl neste top 5 e felizmente precisarei rasgar de novo já que em seu 4ª ano a série nos traz a personagem Nia Nal/Sonhadora.

A personagem é a nova heroína do universo da Garota de Aço e traz com ela uma representatividade muito importante e raramente vista dessa forma.

Nia Nal ou Sonhadora, como preferir, é uma mulher trans e que também é interpretada por uma atriz trans, Nicole Maines. Supergirl aqui gera debates trazendo para a tela a representatividade da parcela trans da comunidade LGBTQ.

A série vem abordando o assunto de forma honesta e aberta, como deve ser. Ainda tem muito o que se trabalhar na personagem visto que sua entrada é recente, espero (e também confio) que sua trajetória receberá o mesmo cuidado que a personagem Alex Danvers. série atm lgbtq top5